Investimentos

Investimentos em tempos de redes sociais

02/07/2021

Com o aumento no acesso à internet, o uso das redes sociais no Brasil vem crescendo a cada ano. De acordo com o relatório Digital 2021, há cerca de 150 milhões de usuários de mídias sociais no país. Outro fator que impulsionou a adesão às redes foi a pandemia causada pela Covid-19, que obrigou os brasileiros a ficar dentro de casa e alguns com menos tarefas no dia a dia. Segundo levantamento da Kantar, empresa especializada em pesquisa de mercado, as mídias sociais tiveram um crescimento de uso de 40% na pandemia.

As redes sociais tornaram-se ambientes de conteúdos variados, entre eles a disseminação de informações sobre o mercado financeiro. Em um recente levantamento, a Anbima, em parceria com o Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (Ibpad), identificou 266 influenciadores digitais que tratam de finanças e investimentos no país e falam com 74 milhões de pessoas. Nos primeiros cinco meses de 2021, eles fizeram 160 mil postagens.

A expansão do conteúdo em mídias sociais direcionado ao investidor está atrelada a movimentos no universo financeiro e, principalmente, às características dos entrantes. No final de 2020, a B3 divulgou uma pesquisa sobre o perfil e comportamento dos mais de 2 milhões de pessoas que iniciaram a jornada de investimentos na bolsa de valores entre 2019 e 2020. Conforme a pesquisa, o perfil médio dos novos investidores é jovem (média de 32 anos). Além disso, de acordo com os entrevistados pela B3, 73% obtêm informações sobre investimentos na internet e 60% por meio de influenciadores digitais.

A ascensão dos influenciadores digitais no mundo financeiro é positiva para o mercado, que ganha um conteúdo de educação financeira aos investidores, descomplica a linguagem econômica e atrai novos interessados. Por outro lado, os consumidores de informações financeiras por redes sociais precisam filtrar o que absorvem e só aceitar recomendações de consultores de investimentos credenciados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Os fãs de redes sociais e investimentos podem continuar acompanhando as publicações de orientação financeira, mas sempre lembrando do seu planejamento financeiro e a sua estratégia de investimento. Uma dica é acompanhar as redes sociais da Consulenza Investimentos, que conta com uma equipe especializada em orientação financeira. Acesse  nossas redes sociais e aproveite: https://linktr.ee/ConsulenzaInvestimentos

Leia também